A Biblioteca de Coimbra formaliza a resposta ao desafio de um concurso para o Edifício da Biblioteca do Pólo das Ciências da Saúde da Universidade de Coimbra.

 

Tomadas como premissas de projecto que uma biblioteca é um lugar feérico, um lugar quimérico, um lugar onde não há estranhos mas apenas amigos com quem não nos cruzámos (por desníveis de espaço ou de tempo), pretendeu-se promover uma atmosfera que potenciasse esse encontro com o autor de cada livro, com os seus pensamentos e, assim, intensificar o exercício de estudo, descoberta e investigação universitária.

 

Idealizaram-se dois corpos paralelos (dispostos longitudinalmente em relação ao polígono de implantação), articulados por um elemento central que congrega acessos e circulações.

 

O ingresso ocorre a nordeste. No encontro de um plano cego onde apenas se inflecte um ligeiro descompasso (precisamente ao centro), revela-se intuitivamente a entrada. Simultaneamente interliga os dois corpos principais conjugando-os num só elemento singular.

 

No interior, ocorre o processo inverso: uma cobertura em vidro translúcido, que perfaz um pé direito de dois pisos, actua como fenda que resgata a separação volumétrica dos dois corpos.

 

No piso inferior situam-se as zonas administrativas, de recepção e de apoio ao público, enquanto no piso superior se dispõem os espaços onde se eleva o conhecimento: salas de leitura, salas de estudo e gabinetes de investigação.

Características

TIPO DE PROJECTO

Cultural

 

STATUS

Obra construída

 

CIDADE

Coimbra

 

PAÍS

Portugal

CLIENTE

Público

 

DATA

2001 - 2006

 

ÁREA CONSTRUÇÃO

3 836 m²

  • Black Facebook Icon
  • Black Instagram Icon
  • Black Pinterest Icon